Variante-Delta

Variante Delta Plus é pior do que a Delta? Nome pode ser enganador

  • Post author:
  • Post category:Covid-19

Quem não souber nada sobre a variante Delta Plus poderá assumir que se trata de uma estirpe mais perigosa do que a Delta, tendo em conta a designação escolhida. No entanto, não será bem assim.

Embora alguns especialistas acreditem que a variante Delta Plus será mais resistente aos tratamentos disponíveis para combater a Covid-19, ainda são precisos mais estudos (e mais aprofundados) para ter a certeza de que é, de facto, mais preocupante.

Segundo a Fast Company, estes são os dados mais recentes sobre a variante Delta Plus:

O que é?

Trata-se de uma variante emergente de Covid-19. No fundo, é semelhante à variante Delta mas com uma mutação – já que todos os vírus sofrem mutações, por isso não será uma variante particularmente especial nesse campo.

Então de onde vem a preocupação?

A variante Delta Plus tem ganho protagonismo no Reino Unido, nos Estados Unidos da América, Índia, Canadá, Alemanha, Rússia, Coreia do Sul e Portugal. O facto de se estar a tornar tão predominante em diferentes países leva a crer que será mais transmissível. Poderá, facilmente, tornar-se a variante dominante, indica a mesma publicação.

É como a Delta mas mais poderosa?

A designação “plus” pode levar a crer que é uma variante igual à Delta mas obrigatoriamente mais poderosa. No entanto, este nome pode ser enganador: até ao momento, alguns investigadores na Índia consideram que a Delta Plus pode ser mais resistente e transmissível, mas esta conclusão ainda está a ser debatida.

Se fosse uma variante perigosa ao ponto de originar ondas de morte, os investigadores já saberiam. No entanto, nada invalida a necessidade de mais estudos.

Quem está de olho?

A Organização Mundial de Saúde é uma das entidades responsáveis por monitorizar o surgimento de novas variantes e, atualmente, classifica a Delta Plus como uma “variante preocupante”. Isto tanto significa que poderá espalhar-se por todo o mundo como poderá manter-se como está.

As vacinas protegem?

Para já, as vacinas aprovadas pelas autoridades de saúde parecem ser eficazes face a todas as variantes conhecidas do novo coronavírus. O nível de eficácia (proteção) poderá variar ligeiramente, mas o resultado deverá ser positivo. Ainda assim, será cedo para ter certezas também neste tópico.

fonte: https://multinews.sapo.pt/especial-coronavirus/variante-delta-plus-e-pior-do-que-a-delta-nome-pode-ser-enganador/