You are currently viewing Em atualização COVID-19: Mais um óbito e 436 infetados. Casos ativos aumentam, internamentos baixam

Em atualização COVID-19: Mais um óbito e 436 infetados. Casos ativos aumentam, internamentos baixam

  • Post author:
  • Post category:Covid-19

Em todo o território nacional, há 244 doentes internados, menos quatro do que ontem. Os números foram divulgados esta quinta-feira no boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal registou 16.999 mortes associadas à COVID-19 e 840.929 casos de infeção. Em relação a quarta-feira, contabilizam-se mais 436 infetados e um óbito.

Hoje registaram-se também 340 casos de recuperação. Ao todo há já 801.961 doentes recuperados da doença em território nacional.

A região Norte, com 167 novos infetados, é a área do país com mais novas notificações, com 38,3% do total de diagnósticos.

O relatório da situação epidemiológica, com dados atualizados até às 24h00 de ontem, indica que a região de Lisboa e Vale do Tejo é a que regista o maior número de mortes acumuladas relacionadas com o vírus SARS-CoV-2 com 7.204 (+1), seguida do Norte com 5.347 óbitos (=), Centro (3.016, =) e Alentejo (971, =). Pelo menos 362 (=) mortos foram registadas no Algarve.

Há 31 (=) mortes contabilizadas nos Açores. Na Madeira registam-se 68 óbitos (=) associados à doença.

Menos internamentos

Em todo o território nacional, há 244 doentes internados, menos quatro do que ontem, e 70 em unidades de cuidados intensivos (UCI), menos um do que quarta-feira.

De acordo com o boletim da DGS sobre a situação epidemiológica, existem 21.969 casos ativos da infeção em Portugal — mais 95 que ontem — e 19.111 pessoas em vigilância pelas autoridades — menos 507 que no dia anterior.

Imagem do boletim da DGS
Imagem do boletim da DGS

A região Norte é a área do país com maior número de infeções acumuladas, com 337.877 (+167), seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo (317.648, +128), da região Centro (119.171, +47), do Alentejo (29.923, +19) e do Algarve (21.940, +31).

Último balanço mundial da AFP

A pandemia de SARS CoV-2 fez pelo menos 3.333.603 mortos em todo mundo desde que foi detetada na República Popular da China, em finais de 2019, segundo o balanço da AFP com base em dados oficiais. Mais de 160.364.910 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da epidemia.

Na quarta-feira registaram-se mais 13.903 mortes por COVID-19 e foram detetados 746.250 novos casos, em todo o mundo. Os países que lamentam o maior número de mortos pela doença, nos últimos balanços, são a Índia, com mais 4.120 mortos, o Brasil (2.494) e os Estados Unidos (855).

Os Estados Unidos são o país mais afetado tanto pelo número de óbitos como pelo número de casos, com 583.685 mortos e 32.814.946 casos, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins. A seguir aos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, com 428.034 mortos e 15.359.397 casos, a Índia, com 258.317 mortos (23.703.655 casos), o México, com 219.590 mortos (2.371.483 casos) e o Reino Unido, com 127.640 óbitos (4.441.975 casos).

Entre os países mais duramente afetados, a Hungria é o que contabiliza maior número de mortos, tendo em conta a população, com 299 óbitos por cada 100 mil habitantes, seguido da República Checa (279), Bósnia (273), Macedónia do Norte (247) e o Montenegro (246).

Até hoje, a Europa totalizava 1.101.783 mortes e 51.915.478 casos, a América Latina e Caraíbas 966.303 óbitos (30.308.622 casos), os Estados Unidos e Canadá 608.441 mortos (34.117.546 casos), a Ásia 394.321 mortos (31.148.830 casos), o Médio Oriente 136.348 mortes (8.168.271 casos), a África 125.338 casos) e a Oceânia 1.069 óbitos (45.425 casos).

fonte: https://lifestyle.sapo.pt/saude/noticias-saude/artigos/covid-19-em-portugal-mais-um-obito-e-436-infetados-em-24-horas

admin

Web Designer da Empresa GBC-BEAM.