certificados digitais Covid

Países da UE já emitiram 300 milhões de certificados digitais Covid

O certificado digital Covid UE, que atesta vacinação completa, teste negativo à covid-19 ou atestado de recuperação da doença, transformou-se em pouco tempo num documento essencial para muitos europeus.

Em 21 países, nos quais se inclui Portugal, em que o documento já está em vigor, já foram emitidos 300 milhões de certificados, avança o El Pais.

Mas cada país tem regras diferentes e usou esta ferramenta com diferentes contornos.
Em Portugal, o certificado é obrigatório para entrar em qualquer unidade hoteleira do país, para fazer refeições no interior dos restaurantes às sextas-feiras a partir das 19h, sábados, domingos e feriados, fazer aulas de grupo em ginásios ou aceder a eventos de diversa natureza.

O certificado é um requisito também essencial agora para entrar nos cinemas de França, para visitar um museu em Viena ou para dar um mergulho na piscina italiana.

Na Grécia, os restaurantes foram classificados em três categorias que distinguem entre aqueles que apenas admitem pessoas com certificado de vacinação, aqueles que também aceitam pessoas com teste negativo e aqueles que garantem que todos os funcionários do estabelecimento foram vacinados.

Na Dinamarca, é impossível assistir a um jogo de futebol com mais de dois mil espectadores sem opasse sanitário.

São poucos os países, entre os quais Alemanha e Espanha, que ainda não introduziram qualquer utilização adicional para o certificado, criado originalmente com o intuito de facilitar as viagens.

Até quinta-feira passada, tinham sido emitidos 4,6 milhões de certificados Covid em Portugal.

fonte: https://multinews.sapo.pt/atualidade/paises-da-ue-ja-emitiram-300-milhoes-de-certificados-digitais-covid/

admin

Web Designer da Empresa GBC-BEAM.