You are currently viewing Em atualização Morreu a atriz Maria João Abreu

Em atualização Morreu a atriz Maria João Abreu

  • Post author:
  • Post category:notícias

Maria João Abreu tinha 57 anos e morreu esta quinta-feira, confirmou a SIC Notícias.

Maria João Abreu foi hospitalizada de urgência depois de sofrer um aneurisma a 30 de abril. A atriz desmaiou durante as gravações da novela “A Serra” (SIC), depois de ter apresentado falhas no raciocínio e mal estar. Estava internada desde então em coma induzido e acabou por não resistir.

O óbito ocorreu às 11h40, sabe o SAPO Mag.

Nas redes sociais, o marido de Maria João Abreu, o músico João Soares, confirmou a morte da atriz. “A minha João partiu. Infelizmente, todo o meu amor por ela, todo o amor da família e todo o amor dos amigos não foi suficiente para impedir que esta viagem se iniciasse. Algo ou alguém lá em cima, com muita força… com muita, muita, muita mais força levou-a para junto de si”, escreveu.

“Deixa-nos um legado de talento, de boa energia. Era alguém com quem era muito fácil de trabalhar, que tocou as pessoas que conheceu de uma forma muito particular”, frisou, emocionado, Daniel Oliveira, diretor de programas da SIC, em declarações ao “Primeiro Jornal”. “Era uma extraordinária atriz, uma ser humano de excepção. Isso justifica bem a emoção que estamos aqui a sentir”, acrescentou Bento Rodrigues.

“Tinha uma capacidade de contagiar os outros à sua volta, com uma energia muito positiva (…) Era alguém que tinha uma capacidade mobilizadora”, acrescentou Daniel Oliveira. “A Maria João é da nossa família, da SIC. Aquilo que ela representa na história da SIC, sobretudo na história recente, não será esquecido”, sublinhou.

Segundo Daniel Oliveira, os espectadores vão continuar a ver Maria João Abreu na SIC “durante algum tempo”: “Ela tinha muitas, muitas cenas gravadas da novela ‘A Serra'”.

Nas redes sociais, a SIC recordou a atriz. “É com grande tristeza que a família SIC avança com a notícia da morte da atriz Maria João Abreu. Um abraço de apoio a todos os familiares, amigos e colegas. Estamos eternamente gratos por tudo o que nos deu. Obrigado Maria João, obrigado. Celebremos para sempre o seu talento”, escreveu o canal no Instagram.

https://www.instagram.com/p/CO0IsKiHQU7/?utm_source=ig_embed

DOS PALCOS À TELEVISÃO, UMA CARREIRA COM QUASE 40 ANOS

Maria João Abreu, de 57 anos, estreou-se como atriz profissional em 1983, no musical “Annie”, de Armando Cortez, no Teatro Maria Matos. Seguiram-se vários espectáculos de revista no Parque Mayer, até participar, na “Casa da Comédia”.

Maria João Abreu
créditos: SIC

“Uma Bomba Chamada Etelvina” (1988), da RTP, marcou a estreia da atriz no pequeno ecrã. “Canto Alegre” (RTP1, 1989), “Caixa Alta” (RTP1, 1989) ou “O Cacilheiro do Amor “(RTP1, 1990) foram os projetos que se seguiram.

Com a chegada do segundo canal privado, em fevereiro de 1993, Maria João Abreu mudou-se para a TVI. Na estação de Queluz de Baixo, a atriz fez parte do elenco de produções como “Cos(z)ido à Portuguesa” (1993), “Trapos e Companhia” (1994) e “Quem Casa Quer Casa” (1994).

Depois de um breve regresso à RTP1, em 1994 e 1995, a atriz estreou-se na SIC no “Big Show”. Em 1996, Maria João Abreu integrou o elenco de “Malucos do Riso” e de “Camilo e Filha Lda”.

No final dos anos 1990, a atriz participou ainda em “Vidas de Sal” (RTP1), “Não Há Duas Sem Três” (RTP1), “As Lições do Tonecas” (RTP1). Em 1998, Maria João Abreu vestiu a pele de Lucinda na série “Médico de Família”, da SIC, sendo uma das mais populares personagens da sua carreira.

“Amo-te Teresa” (SIC), “Jardins Proibidos” (TVI), “Aqui não há quem viva” (SIC), “Morangos com Açúcar” (TVI), “Casos da Vida” (TVI), “Ele é Ela” (TVI), “Sentimentos” (TVI), “Cidade Despida” (RTP1) e “Conta-me Como Foi” (RTP1) foram alguns dos trabalhos da atriz no pequeno ecrã na primeiro década dos anos 2000.

“Cidade Despida” (RTP1), “Espírito Indomável” (TVI), “Pai à Força” (RTP1), “Liberdade 21” (RTP1), “A Família mata” (SIC), “Mulheres de Abril” (RTP1), “Mar Salgado” (SIC), “Amor Maior” (SIC), “Paixão” (SIC) e “Golpe de Sorte” (SIC) foram outros dos projetos que a atriz integrou.

Atualmente, a atriz faz parte do elenco da novela “A Serra”, da SIC, onde vestia a pele de Sãozinha. Paralelamente, Maria João Abreu integrava a série “Patrões Fora”.

Paralelamente à televisão, Maria João Abreu abraçou vários projetos no teatro, como “Toma Lá Revista!” (1987), “De Pernas Pró Ar!” (1994), “A Revista é Linda!” (2005), “As Árvores Morrem de Pé” (2016), “Simone – O Musical” (2017) e “Fenda” (2019).

Em 2019, a atriz protagonizou “Sonho de uma Noite de Verão”,  uma das obras mais conhecidas e adaptadas de William Shakespeare e que ganhou nova versão pelas mãos da Lisbon Film Orchestra.  O musical juntou em palco, pela primeira vez, José Raposo, Maria João Abreu e filho Miguel Raposo.

Maria João Abreu em

“Mete medo. Eu não sou cantora, sou uma atriz que canta. Cantar com 16 elementos a tocar para mim… é terrível de bom. Saber que temos um maestro com tanta experiência, transmite confiança”, confessou a atriz em conversa com o SAPO Mag, antes da estreia do musical no Tivoli BBVA, em Lisboa.

Já no grande ecrã, Maria João Abreu fez parte do elenco de “Amo-te Teresa” (2000), “Telefona-me!” (2000), “Call Girl” (2017), “A Mãe é que Sabe” (2016) e “Submissão” (2019).

A atriz é casada com o músico João Soares e mãe de dois filhos, fruto do relacionamento com ator José Raposo, com quem esteve casada entre 1985 e 2008.

AMIGOS E COLEGAS RECORDAM MARIA JOÃO ABREU: “TALENTOSA, ALEGRE, AFETUOSA E GENUINAMENTE BOA PESSOA”

Nas redes sociais, Sofia Arruda recordou a amiga e colega. “Minha João, nossa João. Não há palavras para esta partida tão prematura. Vou amar-te sempre. Vamos amar-te sempre  Deixo esta pequena homenagem a cores porque é assim que te vejo, a cores, com tanta tanta luz. Obrigada por tudo o que me deste! Os meus sinceros sentimentos para toda a família”, escreveu a atriz.

https://www.instagram.com/p/CO0JPBotIgU/?utm_source=ig_embed

Nas redes sociais, a SIC recordou a atriz. “É com grande tristeza que a família SIC avança com a notícia da morte da atriz Maria João Abreu. Um abraço de apoio a todos os familiares, amigos e colegas. Estamos eternamente gratos por tudo o que nos deu. Obrigado Maria João, obrigado. Celebremos para sempre o seu talento”, escreveu o canal no Instagram.

https://www.instagram.com/p/CO0IsKiHQU7/?utm_source=ig_embed

“Que tristeza a partida da Maria João Abreu. Uma atriz fantástica, uma mãe maravilhosa, uma grande mulher. Descansa em paz. Todos já sentimos muitas saudades tuas. Beijo grande para toda a família. Grande tristeza”, escreveu Teresa Guilherme na sua conta no Facebook.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=321302499351503&set=a.290488635766223&type=3

“Não quero acreditar… minha querida João. Não posso aceitar. Que tristeza imensa… Partes cedo demais, tu e o teu coração”, frisou José Carlos Pereira.

https://www.instagram.com/p/CO0JYXMlc8S/?utm_source=ig_embed

“Estou em choque com a partida da Maria João Abreu. Uma mulher com M grande. Talentosa, alegre, afetuosa e genuinamente boa pessoa. Deixo o meu abraço a todos os que a amam”, escreveu Fátima Lopes na sua conta no Instagram.

https://www.instagram.com/p/CO0LJK6K7Ba/?utm_source=ig_embed

Pedro Miguel Ramos recordou que, “em vários momentos” da sua carreira profissional, esteve perto da Maria João Abreu. “Tinha um sorriso e uma forma de estar em público exemplar… a tua força pessoal é uma luz que não se apaga”, sublinhou nas redes sociais.

fonte: https://mag.sapo.pt/showbiz/artigos/morreu-a-atriz-maria-joao-abreu

admin

Web Designer da Empresa GBC-BEAM.