portugues

Em atualização Quem recua ou avança no plano de desconfinamento? Veja aqui a lista dos concelhos

O concelho de Cabeceiras de Basto vai recuar nas medidas de desconfinamento devido à incidência da covid-19, enquanto os municípios de Carregal do Sal, Odemira, Paredes e Resende continuam sem avançar para a fase seguinte, anunciou hoje o Governo.

https://24.sapo.pt/assets/static/twitter_embed.html?url=https://twitter.com/govpt/status/1390333798810742786?s=20

O Conselho de Ministros esteve hoje reunido e decidiu que a generalidade do país continua na última fase do Plano de Desconfinamento, com as regras que se aplicam desde o dia 1 de maio.

Contudo, nem todo o país avança à mesma velocidade, uma vez que o Governo afirmou que existem concelhos que não registam uma taxa de incidência suficientemente baixa. São eles: São Teotónio e Longueira/Almograve, Carregal do Sal, Resende, Cabeceiras de Basto e Paredes. Ou seja:

Quem recuou?

  • Cabeceira de Bastos

Quem não avança?

  • Carregal do Sal
  • Odemira (duas freguesias)
  • Paredes
  • Resende

Quem avança?

  • Aljezur
  • Portimão
  • Miranda do Douro
  • Valongo

No entanto, existem concelhos que estão em alerta e que podem ver a sua situação alterada na próxima semana. São eles:

  • Alpiarça
  • Alvaiázere
  • Arganil
  • Beja
  • Castelo de Paiva
  • Coruche
  • Fafe
  • Figueiró dos Vinhos
  • Fornos de Algodres
  • Golegã
  • Lagos
  • Lamego
  • Melgaço
  • Oliveira do Hospital
  • Paços de Ferreira
  • Penafiel
  • Peniche
  • Ponte da Barca
  • Ponte de Lima
  • Santa Comba Dão
  • Tábua
  • Vale de Cambra
  • Vidigueira

Assim, no concelho de Odemira, concretamente nas freguesias de São Teotónio e Longueira/Almograve, aplicam-se as regras que vigoraram na primeira fase do desconfinamento – a 15 de março. Isto é:

Encerramento de:

  • Esplanadas;
  • Lojas até 200 m2 com porta para a rua;
  • Ginásios;
  • Museus, monumentos, palácios, galerias de arte e similares.

Proibição de:

  • Feiras e mercados não alimentares;
  • Modalidades desportivas de baixo risco;

O que pode funcionar:

  • Comércio ao postigo;
  • Comércio automóvel e mediação imobiliário;
  • Salões de cabeleireiros, manicures e similares, após marcação prévia;
  • Estabelecimentos de comércio de livros e suportes musicais;
  • Parques, jardins, espaços verdes e espaços de lazer;
  • Bibliotecas e arquivos;

Nos concelhos de Carregal do Sal e Resende, aplicam-se as regras do dia 5 de abril, ou seja:

É permitido:

  • Funcionamento de lojas até 200 m2 com porta para a rua;
  • Feiras e mercados não alimentares (por decisão municipal)
  • Funcionamento de esplanadas (com a limitação máxima de 4 pessoas por mesa) até às 22h30 nos dias de semana e até às 13h aos fins de semana;
  • Prática de modalidades desportivas consideradas de baixo risco;
  • Atividade física ao ar livre até 4 pessoas e ginásios sem aulas de grupo;
  • Funcionamento de ginásios sem aulas de grupo;
  • Funcionamento de equipamentos sociais na área da deficiência.

Nos concelhos de Cabeceiras de Basto e Paredes, aplicam-se as medidas correspondentes ao dia 19 de abril:

Permite-se a abertura de:

  • Todas as lojas e centros comerciais;
  • Restaurantes, cafés e pastelarias (com o máximo 4 pessoas por mesa no interior ou 6 por mesa em esplanadas), até às 22h30 nos dias de semana ou 13h nos fins-de-semana e feriados;
  • Cinemas, teatros, auditórios, salas de espetáculos;
  • Lojas de cidadão com atendimento presencial por marcação.

É permitido:

  • Modalidades desportivas de médio risco;
  • Atividade física ao ar livre até 6 pessoas;
  • Realização de eventos exteriores com diminuição de lotação (5 pessoas por 100 m ²);
  • Casamentos e batizados com 25% de lotação.

fonte: https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/governo-anuncia-os-concelhos-que-avanca-no-desconfinamento-siga-aqui

admin

Web Designer da Empresa GBC-BEAM.